Notícias | Postado em 26 de Novembro de 2018 as 13:20h | 0

Nesta segunda-feira (26), a coordenadora de Promoção à Saúde da secretaria municipal de Saúde, Juliana Sabino, e o coordenador do Centro de Controle de Zoonoses, Geraldo Jonas, concederam entrevista coletiva e destacaram os detalhes da Semana de Mobilização de Combate à Dengue. As ações começaram neste domingo (25), nos estados e municípios, e até o dia 30 a população de todo o país está convocada para unir esforços no enfrentamento ao mosquito Aedes aegypti, transmissor das doenças dengue, zika e chikungunya.

De acordo com Juliana Sabino, a mobilização envolve as políticas da educação saúde e assistência social. “As equipes das Unidades Básicas de Saúde irão irá adentrar nas escolas de cada bairro correspondente a área de cobertura e lá desenvolverão atividades de prevenção médica e disseminação do mosquito Aedes. No dia D, dia 30, cada Estratégia de Saúde da Família irá mobilizar o seu bairro e procurar conscientizar a população em relação ao mosquito da dengue”, disse Juliana Sabino.

Geraldo Jonas enfatizou que o Município vem procurando diminuir o LIRAa (Levantamento Rápido de Índices para Aedes Aegypti), que atualmente está em torno de 10,8%. Valor considerado alto, segundo o que preconiza o Ministério da Saúde. Em Caicó, o índice maior de infestação da dengue está na zona Oeste.

A mobilização pretende mostrar que a união de todos, governo e população é a melhor forma de derrotar o mosquito, principalmente nos meses de novembro a maio, considerados o período epidêmico para as doenças transmitidas pelo Aedes aegypti. No caso da população, além dos cuidados, como não deixar água parada nos vasos de plantas, é possível verificar melhor as residências, apoiando o trabalho dos agentes de endemias.

 

print button Imprimir discuss button Comentar
Comentários:

Nenhum comentário cadastrado…