\"\"

O prefeito de Caicó, Marcos José de Araújo, convocou uma coletiva de imprensa, nesta quinta-feira (20). Na oportunidade, ele destacou a economia de combustível conseguida pelo Município.

Segundo o gestor, em quinze dias, “foram economizados 48 mil reais”.  Em julho, o abastecimento de veículos oficiais custou 216 mil reais aos cofres públicos, enquanto a prefeitura pagou 169 mil no mês de agosto.

\\\"\\\"

Um sonho de doze anos foi tornado realidade pelo Município de Caicó em um dia. A comunidade rural da Inês Velha, na região do Distrito de Laginhas, recebeu a iluminação pública tão cobrada pela população local.

O prefeito de Caicó, Marcos José de Araújo, ressaltou a importância da instalação e manutenção da iluminação pública na zona rural. “Estamos atentos às prioridades dos serviços em benefício dos caicoenses. Neste caso da Inês Velha, com recursos próprios”, disse o prefeito.

\"\"

Na noite desta segunda-feira (17), um ato de vandalismo foi registrado na secretaria municipal de Agricultura, no abrigo onde ficam contidos os animais recolhidos em via pública. Os vândalos cortaram a cerca que fazia o isolamento do local, o que possibilitou a fuga de um animal.

O chefe de setor de captura da secretaria de Agricultura, José Antônio Freire da Silva (o popular Zé da Brahma), informou à imprensa que foi aberto um boletim de ocorrência na delegacia da Polícia Civil e será aberta uma sindicância pelo Município para apurar o fato.b“Cortaram o arame da cerca e soltaram justamente um cavalo que está doente e que passamos quinze dias para capturá-lo. Para identificação por parte da população, o cavalo tem pelagem branca e uma ferida na lateral”, afirmou José Antônio.

Ele destaca ainda que, no curral, há alimentação e água para os animais e que a equipe da secretaria e Agricultura está fazendo um trabalho educativo, esperando a colaboração da comunidade. “Além dos transtornos no trânsito e acidentes, os animais de grande porte podem transmitir doenças para as pessoas”, ressaltou o chefe de capturas.

\"\"

O Município de Caicó prorrogou o prazo para pagamento a vista e da primeira parcela do REFIS (Programa de Recuperação Fiscal). A Lei nº 5.112 de 25 de julho de 2018 autoriza o Poder Executivo Municipal a dispensar juros e multas dos débitos tributários, bem como conceder parcelamentos relativos a esses tributos. O contribuinte deve procurar a secretaria de Tributação, no horário das 7 às 17 horas, na avenida Coronel Martiniano, 1025, Centro.

De acordo com o secretário municipal de Tributação e Finanças, Francisco Oliveira, os prazos para o pagamento do REFIS são os seguintes: à vista, até 31 de outubro de 2018 com redução de 100% das multas e juros; em parcelas mensais, iguais e sucessivas, com dispensa parcial de juros e multas, desde que a primeira parcela seja recolhida até 31 de outubro de 2018 e as subsequentes a cada 30 dias.

Os débitos parcelados anteriormente pelo contribuinte podem ter a dispensa dos juros e multas, desde que pagos em até 24 parcelas, com o vencimento da primeira parcela até 31 de outubro de 2018 e as demais iguais e sucessivas. “Essa prorrogação é a última desse ano e nós vamos começar a colocar esses débitos que já estão em dívida ativa no cartório”, disse Francisco Oliveira. Ele confirmou que os recursos provenientes do REFIS serão destinados inicialmente à aquisição de dois caminhões compactadores para melhorar a coleta de lixo.

\"\"

Durante reunião do Conselho Municipal de Desenvolvimento Sustentável e Solidário, na sede do Sindicato dos Trabalhadores Rurais de Caicó, foi discutido o projeto da Feira da Mulher. O Município de Caicó esteve representando pelo secretário municipal de Agricultura, Aldiclebson Augusto, o engenheiro civil do setor de convênios da prefeitura, Anselmo Guilherme, e representantes da secretaria municipal de Infraestrutura e Serviços Urbanos.

O secretário de Agricultura lembrou que o projeto da Feira da Mulher vem se arrastando desde 2013, mas o engenheiro Anselmo Guilherme apresentou o croqui da área da feira para mostrar como ficará a estrutura. Os membros do Conselho de Desenvolvimento Sustentável aprovaram o projeto.

De acordo a vice-presidente da FETARN (Federação dos Trabalhadores na Agricultura do Estado do Rio Grande do Norte), Ana Aline Morais, para a conclusão do projeto da Feira da Mulher, falta apenas à aquisição de equipamentos (caixas que serão colocados os produtos).  A feira conta contempla 83 mulheres e disponibiliza uma estrutura padronizada. “Esse projeto foi pensado para que as agricultoras familiares possam comercializar seus produtos de uma forma adequada, com higiene e qualidade na feira livre de Caicó”, disse ela.

\"\"

Neste domingo (16), o prefeito de Caicó, Marcos José de Araújo, prestigiou a final do Campeonato Ruralzão de Futebol de Campo 2018. Depois de dois meses de competição, a equipe da Palma sagrou-se campeã. Empatando em 2 a 2 no tempo normal, o time venceu nos pênaltis a representação do Bom Jesus. “O Município valoriza o esporte como prática incentivadora para o surgimento de novos atletas, mas também a interação entre as comunidades”, disse Marcos.

Além do prefeito, acompanharam a grande final do Ruralzão os vereadores Zé Filho e Diogo Silva; secretário de Desenvolvimento Econômico e Turismo, Paulo Jorge Dantas; chefe de Gabinete, Derosse Mota; secretário adjunto de Meio Ambiente, Renato Viola; coordenador de Esportes, François de Araújo Fernandes (Poposa); e o subprefeito do distrito Palma, Caio Vinicius de Figueiredo.

\"\"

Nesta sexta-feira (15), foi encerrado o ciclo de capacitações para testes rápidos com momentos de teoria e prática. A Secretaria Municipal de Saúde de Caicó, em parceria com o SAE e o NASF, promoveu a atualização para quase cem profissionais de saúde quanto à técnica e o preparo para realização do serviço.

Os testes rápidos oferecem aos usuários do SUS de forma gratuita a identificação de doenças como HIV, sífilis, hepatite B e C. O serviço é oferecido de forma gratuita nas Unidades Básicas de Saúde de cada bairro em Caicó, podendo ser utilizado por qualquer cidadão que assim desejar.

\"\"

Nesta sexta-feira, 14 de setembro, a Biblioteca Municipal Olegário Vale completou 99 anos de fundação em Caicó. A data marca a abertura dos eventos alusivos do centenário, que prosseguem até setembro de 2019. A biblioteca presta uma homenagem ao intelectual Olegário Gonçalves de Medeiros Vale, cuja atuação marcou a política, o jornalismo e a advocacia. Ele dirigiu a primeira biblioteca do município, fundada pela Sociedade Literária Santa Cecília.

“Em 1971, a sede atual foi restaurada e reinaugurada pelo prefeito à época, Francisco de Assis Medeiros. Temos um acervo de quase 15 mil livros e salas temáticas, recebendo um público mensal de centenas de leitores”, disse a coordenadora Ana Maia. O prédio ainda passou por duas reformas, em 1992 e 2007.

Na abertura do centenário foi promovido o evento com música ao vivo, recitação de poesia e o lançamento do livro “Caicó e sua História no tempo”, de autoria do professor Adauto Guerra. “É o Caicó mais esquecido onde muitos não sabem onde era a Rua do Pinto, dos Defuntos ou Berra Bode. Esse livro era fruto da ansiedade da população, pois as pessoas me pediam para fazer a biografia daqueles que deram nomes aos logradouros”, disse Adauto.

\"\"

A prefeitura de Caicó, através das secretarias de Infraestrutura e Meio Ambiente, realizou um mutirão de limpeza no distrito de Laginhas. Serviços como remoção de resíduos pesados e limpeza nas vias de acesso à comunidade foram realizados.

A intenção do prefeito Marcos José de Araújo é que os serviços públicos de limpeza sejam constantes nas comunidades rurais, mas também na zona urbana do município. “E contamos com o apoio da população, para a manutenção da limpeza até a volta das equipes”, comentou o prefeito.

\"\"

Seguindo determinação do prefeito Marcos José de Araújo, o procurador do Município de Caicó, Sérgio Magalhães, está coordenando uma equipe designada para analisar prováveis erros jurídicos em contratos públicos. “Foram identificados contratos totalmente fora do prazo de vigência. E por mais que a gente tenha trabalhado para liberar esses convênios, verificamos que havia incoerências em processos como o asfaltamento, passagem molhada do Umari, Corrida de Sant’Ana e vários fornecedores de serviços”, disse o procurador.

A equipe está fazendo uma triagem nessa documentação que, em alguns casos, não apresentava sequer parecer jurídico adequado ao procedimento, processos sem empenho ou ordem de serviço não emitida. “Existe uma burocracia para dar segurança ao processo, mas havia alguns até faltando numeração ou serviços feitos ‘de boca’ sem contrato”, completou Sérgio.